APRESENTAÇÃO

Em um tempo em que as fronteiras territoriais se esmorecem e os horizontes culturais se alargam, notadamente pelas notórias “interferências horizontais” entre as tradições romano-canônica, de Common Law e latino-americana, impõe-se o entrelaçamento dos estudiosos em uma revista capaz de captá-las, fomentá-las e divulgá-las – uma revista cuja pauta específica seja o processo comparado.

A Revista de Processo Comparado aparece com esse propósito. Objetiva promover o diálogo entre processualistas de diferentes tradições preocupados com os rumos do direito processual. A presença da doutrina brasileira no cenário internacional e o estreitamento de laços com professores de outras tradições facilita o diálogo e gera a necessidade da divulgação das suas ideias para tornarem-se possíveis as reformas legislativas adequadas para o alcance da efetiva tutela dos novos direitos.

A Revista ocupa-se não só da comparação jurídica propriamente dita (do cotejo entre diferentes institutos e sistemas – microcomparação e macrocomparação) em suas duas direções básicas (comparação vertical – histórica – e comparação horizontal – entre direitos vigentes), mas também dos passos preparatórios necessários à comparação: vale dizer, da exposição de soluções estrangeiras existentes em outras ordens jurídicas para determinados problemas. Além disso, a Revista visa também a fomentar o estudo do processo civil internacional e transnacional, incorporando aquilo que a doutrina vem chamando de método global (global methodglobal approach) no estudo do direito processual.

Para tanto, a Revista de Processo Comparado contará com sete seções: i) Processo Civil Comparado; ii) Processo Comparado, História e Cultura, iii) Processo Constitucional Comparado e Controle de Convencionalidade; iv) Processo Civil Internacional e Transnacional; v) Perspectivas de Reforma; vi) Recensões; e vii) Notícias.

A partir desses conteúdos, a Revista contará com dois volumes anuais nas formas impressa e digital, o que facilitará a circulação dos estudos e informes. Além do seu Diretor e dois secretários, a Revista possui um Comitê Editorial com professores de diferentes países, o que visa a assegurar o seu permanente diálogo com as diversas tradições.

Consigna-se sincero agradecimento à Editora Thomson Reuters pela acolhida do presente projeto, esperando-se que a Revista se constitua numa importante via para o diálogo entre diversas culturas jurídicas, sempre com o objetivo de aprimorar o processo enquanto instrumento de tutela dos direitos e para a promoção do império do Direito.

Luiz Guilherme Marinoni
Diretor

Daniel Mitidiero e Sérgio Cruz Arenhart
Secretários


CONSELHO

Diretor: Luiz Guilherme Marinoni

Secretários: Daniel Mitidiero e Sérgio Cruz Arenhart

Conselho Editorial:

Aluísio Gonçalves (Brasil), Andrea Proto Pisani (Itália), Angel Landoni Sosa (Uruguai), Angelo Dondi (Itália), Dieter Leipold (Alemanha), Domingo Garcia Belaunde (Peru), Eduardo Ferrer Mac-Gregor (México), Eduardo Oteiza (Argentina), Federico Carpi (Itália),  Flávio Luiz Yarshell (Brasil), Frederique Ferrand (França), Héctor Fix Zamudio (México), Helen Hershkoff (EUA), Jairo Parra Quijano (Colômbia), Janet Walker (Canadá), Jordi Ferrer Beltran (Espanha), Jordi Nieva Fenoll (Espanha), José Lebre de Freitas (Portugal), José Rogério Cruz e Tucci (Brasil), Juan Monroy Galvez (Peru), Juan Pico i Junoy (Espanha), Linda Silberman (EUA), Loïc Cadiet (França), Luiz Rodrigues Wambier (Brasil), Michele Taruffo (Itália), Miguel Teixeira de Sousa (Portugal), Neil Andrews (Inglaterra), Oscar Chase (EUA), Paula Costa e Silva (Portugal), Peter Gottwald (Alemanha), Remo Caponi (Itália), Roberto Berizonce (Argentina), Rolf Stürner (Alemanha), Teori Zavascki (Brasil), Teresa Arruda Alvim Wambier (Brasil).

Conselho Executivo:

Alan Uzelac (Croácia), Alvaro Perez Ragone (Chile), Antônio do Passo Cabral (Brasil), C. H. van Rhee (Holanda), Christian Koller (Áustria), Christoph Kern (Alemanha), Cinzia Gamba (Itália), Eduardo Lamy (Brasil),  Elisabetta Silvestri (Itália), Francisco Verbic (Argentina), Fredie Didier Júnior (Brasil), Gabriel Valentin (Uruguai), Heitor Sica (Brasil), Hermes Zaneti Júnior (Brasil), Inge Backer (Noruega),  Juan Jose Monroy Palacios (Peru), Ricardo Alexandre da Silva (Brasil), Santiago Pereira (Uruguai).